Banco Central estuda duas novas modalidades do Pix

Thu, 19 Aug 2021 10:04:42 -0300 / 0 Comentários

Imagine a seguinte situação: você esqueceu de sacar dinheiro para pagar a passagem do ônibus no dia seguinte, mas já está tarde, o banco é meio longe da sua casa, e você ainda queria pedir alguma coisa para comer.

- Alô, é da pizzaria? Eu quero essa da promoção, de 40 reais. Vou pagar com Pix. Pode trazer troco para 80?

Em vez de ir ao banco, você faz um pedido de comida e um saque de dinheiro, tudo com entrega em casa. Parece coisa de um futuro distante, né? Mas isso vai começar a ocorrer ainda este ano.

O Banco Central planeja o lançamento de duas novas modalidades de Pix. Uma delas, o Pix saque, vai permitir que você transfira um valor para um comércio e receba aquela quantia em dinheiro vivo. Já o Pix troco vai tornar possível que você pague um pouco a mais por um serviço e receba o troco em dinheiro.

José Eduardo Camargo, diretor de Conteúdo da Abrasel, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, avalia que essas mudanças serão vantajosas para todos.

O Pix foi lançado em novembro do ano passado e a expectativa é que essas novidades comecem a funcionar no mês do primeiro aniversário.

De acordo com José Eduardo, cada estabelecimento vai decidir se adere a essas modalidades de Pìx e definir os limites de valores para essas transações.

De acordo com o Banco Central, até julho, mais de 96 milhões de pessoas e outros 6,5 milhões de empresas tinham cadastrado as chaves para pagar e receber com o Pix. O sistema de transferência instantânea de valores funciona 24 horas, todos os dias, e já foi usado para movimentar mais de 526 bilhões de reais.

Logo Radioagência Nacional